Posts Tagged ‘propaganda’

Conjugar o verbo: adjudicar

Janeiro 8, 2009

Money conceptO Governo quer acelerar a execução do investimento público com o qual espera reanimar a economia e, depois de ter aprovado em Dezembro um conjunto de excepções ao Código dos Contratos Públicos, «vai hoje alargar o seu âmbito às autarquias», refere o jornal Público desta quinta-feira.

O regime de excepção vai durar dois anos e permitem aos organismos do Estado, incluindo as regiões autónomas e as autarquias, adjudicar directamente empreitadas com custos até cinco milhões de euros (5M€), quando o actual limite se situa nos 150 mil euros.

Pergunta o HB se aconteceu alguma catástrofe? Há alguma razão para acabar com os concursos públicos em adjudicações até um milhão de contos? Há alguma emergência incompatível com as regras de transparência (enfim, as que temos)?

Propaganda e pouco senso

Outubro 2, 2008

As eleições estão aí, o Governo não brinca em serviço e já tratou de por anúncios nos jornais a relembrar como o seus membros são fantásticos. qQuem paga o anúncio? Nós é claro, o dinheiro dos contyribuintes serve também para isso, para pagar ridiculos anúncios de propaganda.

Já  os membros da ERC, que onde quer que estivessem, decerto denunciaram furiosamente as manobras de pressão sobre o comentador Marcelo Rebelo de Sousa pelo “tomba-líderes” Rui Gomes da Silva, não aprendem com os erros dos outros e muito menos com os deles, trataram de repetir a dose de parvoíce.

O Magalhão, lhinho…lhoco…

Julho 31, 2008

Quem se lembra do guterrista Megamail, uma “parceria com a Telecel e a Sun Microystems”? E do anúncio sorridente do ViaCTT, com um Mariano Gago a assobiar para o ar?

Quem se lembra da Escola interactiva com criancinhas contratadas para o PM ficar bem na foto?

Entre o nosso “novo” Magalhães, MyLeap, JumPC e Classmate a única diferença é de nome, quanto à representação da marca já percebemos que o nosso PM vai à frente, até já fez uma apresentação pública para ajudar nas vendas, pelo menos só poderá ter sido isso. Sempre quero ver quem se vai lembrar disto na próxima chachada que tivermos de gramar.

Ler aqui.

Hoje no Pavilhão Atlântico!!

Julho 30, 2008

Grande momento de propaganda! Sócrates, o homem que olha para o futuro com optimismo, com um sorriso nos lábios, apresenta outra resposta aos problemas de Portugal em geral e das criancinhas em particular. Em directo numa estação pública perto de si, com os devidos auto-elogios.

Sócrates, o perfeito.

Julho 30, 2008

A Federação de Viseu do PS demarcou-se hoje das críticas feitas por um grupo de militantes do distrito numa carta aberta dirigida ao secretário-geral do partido, José Sócrates.

José Junqueiro, que foi antigo secretário de Estado e é actualmente deputado da Assembleia da Republica eleito pelo círculo de Viseu, considerou que os autores da carta revelam «um desconhecimento da actividade governativa».

Por outro lado, afirma que têm «uma atitude depressiva muito própria de quem está na vida sem horizontes». Segundo José Junqueiro, «percebe-se que pessoas que têm uma atitude depressiva não possam compreender o primeiro-ministro, um homem de esperança, com um optimismo que faz falta ao país». Lusa/DD

Coisas a reter deste tipo de reacções:

A crítica não teve resposta, em vez disso desclassifica-se o crítico. Se o crítico é ignorante, depressivo e um pobre desgraçado sem horizontes logo as suas críticas valem zero.

Nova forma de apresentar o PM: Já é a segunda vez que oiço este tipo de elogios a Sócrates, o primeiro foi Manuel Pinho. A estratégia passa agora pelos colegas de governo e militantes destacados do PS em juntar ao nome do PM as palavras, esperança, optimismo, futuro e sonho. Muito interessante.