Índice de Pachecopereirismo 2

A questão do pachecopereirismo não é de imaginação delirante, é de delírio galopante.
E, nalguns casos, sem emenda.

O pobre Pacheco Pereira, na sua ânsia fiscalizadora, agarradinho aos sitemeters e dedinho no ar logo viu terríveis cabalas e maldade indesculpável na petição online pela candidatura de Marcelo.

Apesar de os nomes envolvidos serem clarinhos como água, as intenções expressas no texto não darem espaços a interpretações dúbias, ter sido pessoalmente informado de quem e como tinha sido iniciado o processo, o pobre Pacheco viu: confissões, ataques, confusão.

Que fazer? Nada. Com Pacheco Pereira não há nada a fazer, o “Menezes” de Passos Coelho cega e dá lições de moral.

A questão principal fica esquecida, até porque a CPN é constituída de gente crescidinha e que sabe pensar sozinha: Marcelo é ou não o melhor candidato do PSD?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: