As sondagens valem o que não valem as ideias do actual PSD

Este artigo de Fernado Sobral termina com a frase que dá título a este post. Infelizmente para o PSD, o caminho que se avizinha e que Marcelo veio agora adivinhar, não parece ter alternativas viáveis.

Diz-se por aí a possibilidade de antecipação de eleições legislativas, a necessidade de legitimar um novo programa de governo saído do Congresso do PS, face à urgência de novas soluções para responder a uma crise que o actual PM conseguiu  catalogar de imprevista, serão parte da justificação.

A ser assim e cumprindo o mandato que legitimamente lhe foi conferido, Manuela Ferreira Leite enfrentará um resultado eleitoral – provavelmente em Junho – que lhe dará pouca margem de manobra para permanecer na liderança até às autarquicas.

Nessa altura se verá quem estará disposto a “apanhar os cacos” de mais um resultado humilhante, recorde-se que Marques Mendes sempre foi visto por boa parte da actual liderança como alguém que só serviria para esse serviço.

Seja como for, Santana Lopes respira uma saúde política que ninguém que votou Ferreira Leite adivinharia e Passos Coelho já fez todos os alertas que podia ter feito.

Não sei se já é tarde, sei é que quem está a ditar o tempo na agenda política chama-se José Sócrates e só isso devia fazer pensar o PSD.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: